NETFUT
Notícias de futebol

Entenda o que Palmeiras está tramando para 2022

O Palmeiras vai ser um time que passará por algumas mudanças para o ano de 2022. Com a troca da presidência, muita coisa vai mudar, e o torcedor está curioso com o que vai acontecer. Até agora, já foi possível notar uma mudança na mentalidade do time no que diz respeito a como o Verdão se porta na janela de transferência, o que foi uma mudança gradual que agora chega a sua melhor versão. Mas vamos falar um pouco sobre isso.

Rejuvenescimento do elenco

O primeiro passo nas mudanças do Verdão é a mudança de idade do elenco. O Palmeiras de 2021 levava consigo muita experiência, porém, a nova diretoria sente que é hora de trocar um pouco dos medalhões por jovens talentos, ainda deixando alguns jogadores experientes por lá, como Marcos Rocha e Weverton, mas já se livrando de jogadores com a idade muito avançada.

Luiz Adriano deve sair e tem 36, bem como Willian que já saiu, enquanto que Felipe Melo de 39 e Jailson de 40 também já não fazem mais parte do elenco. Isso tudo tem um motivo, e não é apenas uma debandada de jogadores de mais de 35.

Lapidação de jovens talentos

O plano do Palmeiras é ter um modelo até semelhante ao que o Bragantino tem. A ideia é pegar jovens talentos e lapidá-los, tentando tirar o máximo de futebol deles até o ponto em que a Europa venha buscá-los por um preço bem mais alto do que o que custou para chegar.

 

Mathias Viña foi um bom exemplo disso, e Piquerez chegou com o mesmo intuito. E com a mudança de diretoria, isso vai ser ainda mais normal de se ver, como é o caso do jovem Navarro, que já tem a sua contratação encaminhada, e vai ser outro jogador que vai ser usado nesse modelo.

Potência financeira

Isso é claro, vai fazer com que o Palmeiras ganhe bastante dinheiro mas sem negligenciar a parte do futebol, como muitas vezes acontece no grupo que comanda o Red Bull. Claro que o Palmeiras já é um time de muito dinheiro muito em prol da sua atual presidente, no entanto, a ideia de fazer o Verdão se tornar uma potência financeira no futebol vai trazer a oportunidade de bancar salários maiores, fazendo com que o time se torne ainda mais competitivo e esteja sempre competindo nas cabeças. O que nos leva ao próximo ponto.

Hegemonia histórica no futebol

O Palmeiras esse ano se tornou o maior time brasileiro da história da Libertadores, ganhando dois títulos seguidos e quebrando vários recordes, o que colocou o time nos olhos do mundo. E é nesse lugar que o Verdão quer estar, competindo todo ano pelos principais torneios e conseguindo os principais jogadores da América do sul, criando uma Hegemonia.

Para isso o time precisa se manter em alto nível por anos, e esse planejamento a longo prazo do time, certamente tem isso como uma das prioridades.


Sem opção de comentar este post