NETFUT
Notícias de futebol

Entenda como Crespo ainda pesa no bolso do São Paulo

O futebol é um esporte que move muito dinheiro, e é importante que todos os times entendam que nesse negócio, qualquer coisa que um time faça, seja bom ou seja ruim, vão ter consequências financeiras reais.

E quando falamos ainda sobre pessoas, empregados que têm contratos, e que por ser futebol, muitas vezes contratos milionários, é sempre bom pensar mais de uma vez antes de tomar alguma decisão mais drástica, tipo rescindir o contrato de uma pessoa que ainda tem anos de vínculo com o clube.

Isso é um cuidado que os clubes definitivamente não tem quando estamos falando de treinadores, uma vez que basta algumas derrapadas para que o clube rescinda seu contrato com o mesmo e ganhe uma dívida gigante. Um dos maiores exemplos é o Santos, que como já noticiamos aqui antes, deve para praticamente todos os treinadores que teve de 2014 para frente, e todas dividas tem a ver com a rescisão salarial que nunca foi devidamente paga por eles.

São Paulo e Crespo

O São Paulo atualmente se vê em uma situação não tão diferente, uma vez que o time até hoje está devendo dinheiro a Crespo, treinador que ficou no clube por boa parte desse ano, além também de ter pendências com a comissão técnica do treinador.

A quantia era alta, e o São Paulo fez o que todo bom devedor faz para tentar estar em dia com suas pendências: negociou. O time tentou abaixar um pouco a quantia a ser paga, afinal, deixou claro que o time não teria condições de pagar exatamente o que foi acordado da forma com que foi acordado.

Crespo e a comissão acabaram aceitando boa parte dos acordos, mas mesmo assim o tricolor estava demorando para pagar o valor acordado que acabou sendo parcelado. O São Paulo acabou se apressando para pagar depois que a comissão e Crespo ameaçaram ir até a Fifa para resolver o problema, que tem dado muito problema a times brasileiros, como o temido Transfer Ban, onde os times não podem fazer novas contratações nem inscrever jogadores novos no elenco.

Tricolor ainda com divida

A primeira parcela foi paga pelo tricolor, mas mesmo assim a dívida está bem longe de ser quitada. Não se sabem muitos detalhes exatos da negociação, mas se sabe que são 8 parcelas que devem ser pagas pelo São Paulo, e o valor original da dívida era de 4 milhões de reais, mas com as negociações, o valor acabou sendo diminuído.

Vale Lembrar também que o São Paulo atualmente já soma mais de 600 milhões de reais em dívidas que vão de compra de jogadores que não foram devidamente pagos, alguns problemas com outros atletas que já passaram pelo clube como Daniel Alves, entre muitos outros problemas.

Por isso São Paulo pelos próximos anos será um time que agirá mais com a cabeça no mercado da bola e terá que apertar mais ainda o cinto gastar o menos possível para poder arcar as divida principais que poderia trazer consequências ruins para o time.


Sem opção de comentar este post