NETFUT
Notícias de futebol

Em entrevista, Ronaldo comenta sobre a saída de Fábio

A compra do Cruzeiro se tornou algo empolgante em algo polêmico de maneira muito veloz e em boa parte, isso se dá às atitudes que Ronaldo tem tido nesse começo de gestão.

O ex-jogador tem feito um choque na máquina dentro do clube, mudando diversos funcionários em diversas áreas do clube, revisando todos os contratos de jogadores e forçando novos negócios, alegando que os salários atuais e acordos fechados antes da compra são inviáveis com a saúde financeira atual do clube.

E uma parte disso acabou respingando no goleiro Fábio, um dos maiores ídolos da história de todo Cruzeiro, e maior goleiro da história do clube. O jogador queria renovar o contrato por mais um ano inteiro, alegando ainda estar em forma para jogar em alto nível na atual temporada.

Porém o Cruzeiro viu a situação de outra forma, e achou melhor encerrar o ciclo, alegando que seria um corte necessário na folha salarial, deixando ela apenas ter um contrato que iria até o fim do estadual, onde sua aposentadoria oficial aconteceria, mesmo o jogador não dizendo que gostaria de se aposentar.

Goleiro não queria se aposentar

Isso gerou diversas críticas ao Cruzeiro, que tentou explicar a situação por uma nota oficial, o que acabou não pegando bem também, e dando um ar frio e corporativista ao clube.

Com isso, Ronaldo Fenômeno finalmente deu sua primeira entrevista como proprietário do clube, onde falou muito sobre a situação financeira do clube, a dívida de mais de 1 bilhão, e claro, sobre Fábio também.

Quanto ao goleiro, Ronaldo foi direto em dizer que o que foi feito foi um sacrifício necessário em prol de um bem maior para o clube.

– Fábio foi e vai ser sempre um ídolo pro Cruzeiro e pra torcida cruzeirense. Nós diante do cenário atual fizemos um esforço muito grande para oferecer uma proposta decente a ele, respeitando a sua história no clube, a sua trajetória. E infelizmente durante a negociação, houve uma negativa por parte dele, o que também nos pegou de surpresa. Mas entendemos que todo o sacrifício que deveríamos ter feito, foi feito. E temos que virar a página, seguir adiante.

Ronaldo ainda deixou claro que nenhum jogador no mundo deve ser tratado como maior do que o clube, e por isso vão seguir em frente com a decisão tomada.

O novo proprietário do clube disse ainda que cada vez que mexe em algo novo no clube, e contratam uma nova dívida. Essa semana, o Cruzeiro está correndo atrás de sair do Transfer Ban, punição recebida pelo não pagamento de Arrascaeta e Riascos, jogadores que foram comprados pelo Cruzeiro a muitos anos atrás.

A dívida dos dois, que já saíram do clube a muito tempo também, se estendia muito, primeiramente com juros e depois com as punições que tem priorizado time de inscrever novos jogadores em seu elenco.

O jogador também avisou a torcida que vão ter que ter paciência.