NETFUT
Notícias de futebol

Edu Dracena afirma que só quer trabalhar com quem quer trabalhar com ele, em resposta ao “não” de Pablo

Pablo voltou à mídia depois de, rapidamente, dizer não a clubes que estariam interessados em contar com seu futebol em 2022. Isso deixou a diretoria e a torcida do São Paulo extremamente irritados, principalmente pelo fato de que o tricolor já deixou claro que não quer contar com o jogador na próxima temporada, portanto é quase como se o jogador estivesse escolhendo ficar sem ser relacionado mas mesmo assim recebendo seu grande salário no processo.

O jogador deu um sonoro não ao Internacional de Porto Alegre e também ao Ceará de Tiago Nunes, porém, o não mais barulhento e que causou todo esse mal estar foi com o Santos.

As duas equipes já tinham se acertado, e tudo o que precisavam era o valor dele próprio, o qual nunca veio, sendo inclusive colocado displicente pelas partes, já que o jogador simplesmente demorava para responder.

E se as negociações eram com o Santos, o homem por trás dessa conversa toda conturbada naturalmente era Edu Dracena. E depois de todo o tempo conversando com Pablo, o dirigente deixou claro que não pode forçar nada ao jogador, e que só pode ter em seu time jogadores que querem jogar lá.

– Para contratar um atleta, eu quero ouvi-lo, entender quais são as demandas. Conversei com vários atletas, não só com Pablo. Estou feliz com os que aqui estão. Vou trabalhar com quem quer trabalhar comigo aqui no Santos. Estamos felizes. É claro que monitoramos vários atletas. Vamos estar atentos ao mercado. Quando tiver uma oportunidade, vamos atuar – disse Edu Dracena.

Vale lembrar que um dos motivos que comentam do porquê Pablo estar sendo um jogador tão enrolado, tem a ver diretamente com motivos financeiros.

O jogador hoje é empresário em São Paulo, e deixar seus negócios para ir para longe o atrapalha. Isso não significa que o jogador é inegociável, e ele já passou para o São Paulo que seu sonho é voltar ao Athlético-PR, e enquanto esse dia não chegar ele vai permanecer no clube.

Sabe-se que existe um desejo por parte do Furacão para que o atacante realmente volte, porém isso só vai poder ser confirmado quando de fato a diretoria do time fizer uma proposta oficial para poder contar com o jogador este ano.

Até lá, o São Paulo corre o risco real de ter um jogador com um salário bem caro encostado no time, já que o jogador já está fora dos planos, o que significa que mesmo que ele não seja emprestado ou vendido, não vai ser usado.

Isso a menos que Rogério Ceni desista da decisão frente a todas as circunstâncias que o time vem passando e decida reintegrá-lo a equipe, o que seria uma decisão bem impopular frente a torcida, e como Rogério no momento não é a pessoa mais popular do mundo frente a torcida tricolor, é improvável que ele faça isso.

Logo, tudo o que o torcedor pode fazer, é torcer para que essa proposta do Athletico de fato chegue.