NETFUT
Notícias de futebol

Dudu atua 90 minutos, e Patrick de Paula começa seu caminho de redenção com a torcida

O Palmeiras tem muito o que tirar de seu jogo contra o São Paulo pela Libertadores. O empate em um jogo que foi muito amarrado trouxe alguns esclarecimentos positivos para o técnico português Abel Ferreira.

Dentre eles está o jogador Dudu. O jogador que é ídolo do clube alviverde ainda vinha se adaptando novamente ao futebol brasileiro e ao ritmo de jogo e de treino. Mas no jogo de ontem, o jogador conseguiu fazer seu primeiro jogo inteiro após retornar, agradando muito Abel Ferreira no processo.

O jogador conseguiu esse feito logo contra o rival São Paulo em um jogo importante, decisivo pelas quartas de final da Libertadores. No jogo o atacante foi bem, criou chances e por bem pouco não foi o assistente de dois gols do alviverde.

Além disso, ele terminou o jogo com 22 passes certos dentre os 35 que deu. Lembrando também que Dudu não pôde jogar no clássico contra o São Paulo que serviu como “esquenta” pelo Campeonato Brasileiro. Na ocasião, uma dor no pé esquerdo tirou o jogador do duelo.

Mas mais do que seu desempenho com a bola, o que agradou de verdade tanto a torcida quanto ao técnico do Verdão foi sua parte física.

Dudu já havia jogado 6 partidas pelo Porco desde que voltou aos gramados. Nelas, ele foi titular em apenas uma, onde ficou 61 minutos em campo contra o Atlético-GO.

Outro jogador que agradou o técnico português, foi Patrick de Paula.

O jogador já foi do paraíso direto para o inferno com a camisa do Palmeiras. Primeiro ele foi símbolo de uma conquista de Campeonato Paulista onde foi o grande protagonista, mas viu essa chama se apagar quando se envolveu em uma polêmica furando a quarentena durante a pandemia de covid-19 da qual estamos passando.

Na ocasião, o jogador foi hostilizado e até agredido por torcedores do Palmeiras, o que estremeceu a relação entre jogador e torcida. Quando isso aconteceu, o jogador foi afastado do time por questões disciplinares.

O jogador então passou um tempo no banco de reservas, onde recebeu poucas chances e alguns até viram que o futuro do jogador poderia ser fora do Verdão. No entanto, o jogador começou seu caminho para redenção com a torcida.

Patrick de Paula saiu do banco, e pouco tempo depois em uma cobrança de falta despretensiosa acabou por empatar o jogo contra o São Paulo na Libertadores. Falha ou não da defesa tricolor, ficou claro que o jovem atleta tem estrela, e que seu caminho dentro do Verdão ainda é longo. 

Com o jogador reatando seus laços aos poucos com a torcida, Abel pode ganhar mais um nome de confiança para o jogo de volta, que acontecerá na próxima terça.