NETFUT
Notícias de futebol

Dois clubes do Brasil brigam para ver quem vai ficar com o atacante do Aston Villa

Se tem uma coisa divertida de se acompanhar durante a janela de transferências, principalmente essa de começo de temporada aqui no Brasil, são times brigando por um mesmo jogador. Já tivemos Corinthians tomando chapéu do Palmeiras por Dudu, Palmeiras tomando chapéu do São Paulo por Pato, e agora novamente temos uma disputa entre Palmeiras e São Paulo para chamar quem vai chapelar quem.

O alvo das duas equipes é o atacante Wesley Morais, jogador que tem 25 anos de idade e atualmente está na Premier League, no Aston Villa, time que todos devem lembrar, é atualmente comandado por Steven Gerrard.

O jogador no entanto está emprestado ao Club Brugge, onde mal joga, e por isso o próprio jogador estaria interessado em deixar o clube e voltar para o Brasil, e para isso ele já tem a chance de jogar em dois dos maiores clubes do país, mas que obviamente estão passando por momentos bem diferentes um do outro. Vamos analisar as propostas.

São Paulo

Primeiro vamos falar do tricolor paulista, que está tentando ver as formas mais econômicas de conseguir reforços para a próxima temporada. O clube voltou os olhos para o jogador por saber de sua potência, saber que ele tem sido completamente desperdiçado lá fora, e também saber da sua vontade de deixar o clube para poder ter mais minutagem dentro de campo.

Wesley tem contrato com o Aston Villa até o final do ano que vem, o que significa que não é o caso de um jogador em fim de contrato chegando. Atualmente, seu valor de mercado é de 10 milhões de euros, o que mostra que também não é um caso de compra, já que o São Paulo certamente não tem esse dinheiro para dar em um jogador, principalmente sabendo que atualmente, 10 milhões de euros equivalem a mais de 64 milhões de reais.

Sendo assim a ideia do tricolor paulista é basicamente um empréstimo a onde o Aston Villa iria arcar com a grande maioria do salário do jogador. Além disso, o empréstimo teria que ser gratuito, sem o pagamento de uma compensação por ele como geralmente acontece quando um time pega um jogador da Europa por empréstimo.

Palmeiras

Já o Verdão, com mais poderio financeiro, quer um acordo parecido, porém com a opção de injetar um pouco de dinheiro na negociação, podendo por exemplo pagar uma fatia maior de seu salário do que o São Paulo, o que poderia ser interessante para o Aston Villa, além também de poder pagar algum tipo de compensação financeira pelo jogador em seu empréstimo, como já comentado antes.

Vale lembrar que o contrato de Wesley Moraes com o Aston Villa vai apenas até o fim do ano que vem, ou seja, sem cláusula de compra, já que no fim do seu contrato de empréstimo, caso de fato aconteça e seja de um ano, o jogador vai estar livre para assinar com qualquer outro clube.


Sem opção de comentar este post