NETFUT
Notícias de futebol

Cristiano Ronaldo rebate editor da France Football de forma irritada: “Usou meu nome para se promover”

Na tarde desta segunda-feira, enquanto a cerimônia da Bola de Ouro acontecia, tivemos um caso muito polêmico envolvendo Cristiano Ronaldo e Pascal Ferré, editor da revista France Football, que promove a premiação da Bola de Ouro.

A polêmica girou em volta de Pascal afirmar que Cristiano teria afirmado que seu maior objetivo de carreira era ter mais bolas de ouro que Lionel Messi, alimentando uma rivalidade criada por torcedores ao longo de toda a era dos dois jogadores.

No entanto, essa rivalidade acaba sendo realmente apenas entre os fãs dos jogadores, que embora não sejam amigos pessoais se dão muito bem, inclusive com aquela entrevista lendária onde Cristiano afirma o quanto um é importante para a carreira do outro.

Até por isso o Gajo acabou ficando muito irritado com as afirmações do editor, o desmentiu por completo em um tom raivoso e uma publicação em suas redes sociais. Na publicação Cristiano deixou claro que suas metas são pessoais, para si mesmo, e não por uma competição contra outro jogador, e que sempre foi o primeiro a aplaudir o vencedor das premiações.

Veja abaixo o texto completo postado pelo Gajo.

“O desfecho de hoje explica o porquê das declarações de Pascal Ferré na última semana, ao afirmar que eu lhe confidenciei que tinha como única ambição terminar a minha carreira com mais Bolas de Ouro do que Lionel Messi.

Pascal Ferré mentiu, usou o meu nome para se promover e para promover a publicação para a qual trabalha. É inadmissível que o responsável pela atribuição de tão prestigiado prêmio possa mentir desta forma, num absoluto desrespeito por alguém que sempre respeitou a France Football e a Bola de Ouro. E mentiu novamente hoje ao justificar a minha ausência da Gala com uma alegada quarentena que não tem nenhuma razão de ser.

Desejo sempre os parabéns a quem ganha, dentro do desportivíssimo e fair-play que norteiam a minha carreira desde o início, e faço-o porque nunca estou contra ninguém. Ganho sempre por mim e pelos clubes que represento, ganho para mim e para aqueles que me querem bem. Não ganho contra ninguém.

A maior ambição da minha carreira é conquistar títulos nacionais e internacionais pelos clubes que represento e pela Seleção do meu país. A maior ambição da minha carreira é ser um bom exemplo para todos aqueles que são ou desejam ser futebolistas profissionais. A maior ambição da minha carreira é deixar o meu nome escrito a letras de ouro na história do futebol mundial.

Termino dizendo que o meu foco está já no próximo jogo do Manchester United e em tudo aquilo que, juntamente com os meus companheiros e os nossos adeptos, ainda podemos conquistar nesta época. O resto? O resto é apenas o resto…”

Lembrando que na premiação da Bola de Ouro desta temporada, Cristiano acabou ficando em sexto lugar, enquanto que o argentino Lionel Messi ganhou o prêmio pela sétima vez em sua carreira.