NETFUT
Notícias de futebol

Corinthians vence a segunda partida seguida com show de Renato Augusto e Paulinho

Na noite desta quinta-feira, o Corinthians recebeu em sua casa a equipe do Mirassol em jogo válido pelo Campeonato Paulista, e os torcedores da Fiel que viram o jogo não podiam ficar mais felizes com o que viram em campo.

Leia: Robson Bambu, novo zagueiro do Corinthians, é acusado por estupro de incapaz 

O Timão até levou um susto com gol do Mirassol, mas acabou vendo seus dois principais jogadores, Renato Augusto e Paulinho balançarem as redes para sacramentar a segunda vitória seguida do Timão sob o comando do auxiliar Fernando Lazaro. Mas vamos falar um pouco mais do jogo.

Formação sem 9

Muito se falava sobre qual formação o Corinthians usaria nessa partida. Alguns imaginaram que o Timão poderia sair jogando com Renato Augusto como primeiro volante, formação ofensiva que usou em algum momento da partida contra o ituano, outros acharam que o time sairia com a formação básica de três meias com Giuliano no banco.

Ao invés disso, Fernando Lázaro optou por deixar o time sem um centroavante, colocando Renato, Giuliano e Paulinho ao mesmo tempo em campo, mas com Du Queiroz como centroavante, além de Róger Guedes e Mantuan no ataque, que mais tarde sairia para a entrada de Willian.

O meio de campo brilha

Os dois gols do Corinthians saíram do pé dos 3 meias principais. Primeiro a tabela entre Renato Augusto e Giuliano resultou no gol do camisa 8 do Timão, e o torcedor já está acostumado a ver Renato balançando as redes sempre que possível.

O segundo gol veio de um lançamento de Renato que achou Fagner na lateral, que cruzou para Paulinho pegar de primeira e, melhor que muito centroavante, mandar no ângulo para o delírio da torcida. Dessa forma Paulinho tem dois gols nas últimas duas partidas que disputou.

Cássio seguro

Sabemos que a confiança de um goleiro é algo importantíssimo.  Se ele a perde, é ladeira a abaixo, e cada vez mais o goleiro vai levar gols bobos, que com a concentração alta nunca levaria.

Essa era a maior preocupação frente a Cássio, mas ao que parece as coisas estão sob controle. Isso porque apesar do gol sofrido, o goleiro fez uma partida bem segura, inclusive operando um de seus “milagres”, defendendo uma bola do Mirassol de frente pro gol, dentro da área. Esse pode ser um dos primeiros passos de uma retomada do gigante do Corinthians.

Camisa 9 para que?

O Corinthians pode estar pensando que não precisa investir uma bolada em um camisa 9 depois dessa partida. A forma com que Paulinho aparecia na área toda hora ajudou o time e deu certo, e ter todos os meias importantes em campo foi fundamental, o que só foi possível dentro de uma formação sem centroavante.

O Corinthians falou com vários nomes, e nenhum acordo foi estabelecido, nem mesmo com Diego Costa que era o que se esperava mais, e a essa altura do campeonato com o Corinthians pensando em um novo técnico, é possível que ninguém chegue para a posição.