NETFUT
Notícias de futebol

Corinthians tem sua melhor partida no ano e atropela São Bernardo

Na noite desta quarta-feira, o Corinthians recebeu a equipe do São Bernardo em jogo válido pelo campeonato paulista. E nesse jogo pudemos ver pela primeira vez o quinteto corintiano em campo desde o começo do jogo, e se o torcedor esperava muito, ele pode ficar tranquilo, porque esse muito definitivamente foi entregue, com promessa de muito mais pela frente.

Mas vamos aos principais destaques do jogo.

Primeiro tempo dominante, porém sem gols.

Existem algumas coisas que o torcedor Corintiano está desacostumado a ver, e não via nem nos melhores momentos do time, que é o Corinthians propôr o jogo. O Timão tem um histórico de ser um time mais defensivo, mas nas mãos do interino Fernando Lázaro não tem sido bem assim.

E no primeiro tempo contra o São Bernardo, apesar de não ter finalizado tanto a gol, o Corinthians ficou com a bola a todo momento, dominando o meio de campo, e vendo o São Bernardo se fechar para contra-ataques.

O primeiro tempo serviu para que os jogadores começassem a sentir a nova formação, já que ela é praticamente inédita e eles ainda estão se acostumando.

O meio campo funcionando como nunca

A ideia de sacrificar o centroavante nessa formação é justamente manter o forte trio de meio do time. E apesar de Paulinho vir sendo o grande protagonista do time nos últimos jogos, essa foi a noite de seus dois colegas de meio brilharem.

Primeiro um passe de Giuliano na medida para que Róger Guedes pudesse marcar, fazendo do meia o grande garçom do Corinthians nesta temporada, e Renato Augusto que também deu uma assistência pro mesmo atacante, e mostrando que além de fazer gols também pode ser garçom. A sintonia entre ataque e defesa perfeitos.

Tirando duas zicas de uma vez

Além de falar das assistências, temos também que falar dos gols e dos autores. Róger Guedes estava há algum tempo sem marcar e precisava voltar a balançar as redes, e com essa nova formação favorecendo ele, o jogador foi capaz de marcar duas vezes, o primeiro um gol lindo de cavadinha.

Willian não marcava pelo Corinthians a 15 anos, já que ele deixou o Timão em 2007. E seu gol veio depois de um toque de mão na área adversária que virou pênalti. A torcida pediu, e Fábio Santos, cobrador oficial que inclusive bateu pênaltis melhor do que Messi nas estatísticas, deu a bola para o camisa 10 colocar no fundo do gol, com o goleiro acertando o canto.

Fernando Lázaro, o provedor da tranquilidade

A diretoria do Corinthians ainda não fechou com nenhum treinador, e nem parece estar próximo a isso, mas aparentemente isso não é um problema, já que a diretoria sente que não precisa fazer nada precipitado, já que desde que Fernando Lázaro assumiu o Timão de forma interina, foram 3 jogos e 3 vitórias, sendo essas 3 vitórias as melhores performances do Timão no ano.

Será que rola efetivação? Vamos ter que esperar para ver.