NETFUT
Notícias de futebol

Corinthians leva virada e Sylvinho é demitido após derrota para o Santos

Corinthians e Santos entraram em campo ontem em uma partida bem movimentada válida pelo Paulistão 2022. Quem viu o jogo pode ver uma partida bem movimentada, com muita correria, e embora tenha tido também muitas chances desperdiçadas, ao menos teve muita emoção e uma virada que até certo ponto, parecia improvável.

Além disso, tivemos heróis improváveis, uma vez que os holofotes santistas estavam todos em Ricardo Goulart, que acabou sendo um coadjuvante frente a mais nova joia do time titular do Santos. Mas vamos falar mais sobre o jogo.

Corinthians superior, Santos paciente

Desde o começo do jogo, o Corinthians parecia superior ao Santos. O time se movimentava mais e conseguia levar mais perigo ao gol Santista, com João Paulo novamente fazendo uma grande partida e também contando um pouco com a sorte para que o travessão defendesse um chute incrível de Renato Augusto.

Clássico Coritnhians x Santos, Paulistão 2/02/2022 – foto: divulgação Santos FC

O Peixe demorava a responder à altura, mas sem se apavorar, sem se jogar ao ataque mas também sem se fechar na retranca, sendo paciente e procurando brechas na defesa do Corinthians, uma brecha que de fato veio e fez valer a pena a paciência santista.

Renato Augusto levando o time

O Corinthians tem muitos talentos individuais, e individualmente todos funcionam, porém Renato Augusto funciona tão bem que às vezes passa a falsa impressão de que o coletivo do Corinthians funciona, o que ontem ficou claro que não é verdade.

O time tem uma transição lenta da defesa para o ataque, o que compromete todas as jogadas em velocidade, dependendo do meia para fazer tudo, mostrando que o esquema de Sylvinho compromete jogadores como Giuliano, que tecnicamente é um dos responsáveis também pra fazer essa transição de forma rápida, e sempre atrapalhando a forma com que a bola chega em Róger Guedes.

O Santos da correria

Embora haja críticas sobre como Fábio Carille deixa o time defensivo, existe uma coisa que ele fez o Santos ter que não negar a sua utilidade: a velocidade. O treinador, usando de garotos, fez com que os contragolpes do Peixe sejam extremamente velozes e pegassem o adversário de calças curtas.

E foi exatamente assim, na base da velocidade que tivemos Marcos Leonardo mostrando todo seu talento e marcando duas vezes para poder dar a vitória ao Peixe. E por falar em Marcos Leonardo…

Jô tem seu retorno ofuscado por Marcos Leonardo

Marcos Leonardo comemora com o Santos – foto: divulgação Santos FC

Quando Jô marcou o primeiro gol do jogo, todos imaginaram que as manchetes seriam sobre isso, sobre o retorno triunfal do camisa 77 do Timão. No entanto, o destino daria as capas para outro jogador. Marcos Leonardo, em jogadas de velocidade e profundidade bagunçou a defesa do Corinthians, e em uma ocasião a bagunça virou gol, e na outra virou um pênalti que ele mesmo cobrou para sacramentar a vitória do Peixe.

No processo o treinador Sylvinho caiu, em meio a vaias e muito protesto da torcida Corintiana, o treinador não trabalha mais na equipe alvinegra.