NETFUT
Notícias de futebol

Conheça os Top 5 maiores artilheiros da história do Atlético Mineiro

O Atlético Mineiro está dominando todas as competições que vem disputando nesta temporada. O Galo encontrou o time ideal esse ano, e apesar de um ótimo goleiro e uma defesa sólida, é o ataque do time que realmente vem fazendo os olhos do torcedor brilhar.

Leia: Relembre: Os Maiores Retornos de Jogadores Ao Futebol Brasileiro

Comandados por Hulk, todo o setor ofensivo atleticano vem dando show e marcando uma chuva de gols em todas as competições. Com isso nós resolvemos reunir aqui os maiores artilheiros da história do Atlético Mineiro para lembrarmos todas as vezes que as redes foram balançadas a favor do Atlético.

Em 5º lugar: Lucas Miranda

Nós adoramos apelidos de jogadores, e Lucas Miranda tem um dos melhores. O jogador era chamado de “O artilheiro no apagar das luzes” e também de “Jogador Acrobata”, que pelo Galo marcou 152 gols durante as 258 partidas que disputou.

Todos esses gols ajudaram o jogador a se tornar hexacampeão do Campeonato Mineiro, durante os anos de 1940 e 1950, além também de ter vencido o torneio Campeão do Gelo em 1950. O jogador também brilhou na Europa depois, tudo graças ao sucesso que ganhou enquanto jogador do Galo.

Em 4º lugar: Guará

Agora vamos de um jogador realmente da velha guarda. Estamos falando aqui de alguém que usou a camisa do Atlético Mineiro lá pelos anos 30. Conhecido na época como “Diabo Loiro”, o jogador era um craque que estava muito à frente de seu tempo quando o assunto era enfrentar as defesas adversárias.

Infelizmente a carreira do jogador não duraria, e em um acidente que ficou conhecido como Cabeçada Fatal, o jogador acabou tendo um traumatismo craniano, em um clássico contra o Cruzeiro. O acidente  não só tirou sua carreira, como também quase tirou sua vida.

Antes do acidente o jogador fez 168 gols em 200 partidas, e só podemos imaginar quão mais longe o jogador poderia ter ido se não fosse pelo acidente.

Em 3º lugar: Mário de Castro

Aqui temos um jogador que pra muitos foi o primeiro grande ídolo da história do Galo. O jogador tem uma média de gols inacreditável, tendo disputado apenas 100 partidas pelo clube, marcando 195, com a média de quase 2 gols por partida.

O que também marcou sua história com a camisa do Atlético, foi o fato de que Mario foi o primeiro jogador da história do time a ser convocado pela seleção brasileira.

Em 2º lugar: Dadá Maravilha

Temos aqui um exemplo de como a raça muitas vezes supera a técnica. Dada nunca foi um jogador de lances plásticos e gols bonitos e ele também nunca teve vergonha disso, sendo autor da frase “Não existe gol feio, feio é não fazer gol”, frase que entraria para o folclore do futebol.

Dentre todos seus gols “feios” o jogador marcou 211 gols em 290 jogos que disputou pelo time, sendo até hoje o segundo maior artilheiro da história do Atlético Mineiro.

Em 1º lugar: Reinaldo

Mais do que o maior artilheiro, Reinaldo é sem dúvida o maior jogador da história do Galo. O jogador ficou no time por 12 anos, fazendo 473 jogos e marcando 255 gols. Isso porque o jogador acabou lutando sua carreira toda contra lesões, e mesmo assim, nunca deixou de ser extremamente habilidoso, veloz, com uma finalização impecável. Por isso Reinaldo é considerado até hoje, o principal jogador da história do Atlético Mineiro, e claro, o maior artilheiro.


Sem opção de comentar este post