NETFUT
Notícias de futebol

César Sampaio faz desabafo sobre caso Bruninho em coletiva da seleção

A história de Bruninho, criança que foi hostilizada por alguns torcedores do Santos acabou ganhando muita repercussão pelo óbvio, abuso que o caso representa. O que levou a diversas personalidades do mundo do futebol a se pronunciarem de forma oficial sobre o assunto.

O próprio rei Pelé usou suas redes sociais para falar sobre o assunto, postando uma foto ao lado de Vavá, ex-atacante e lenda do Palmeiras. Na postagem, Pelé afirma que também tinha seus ídolos no Palmeiras, e que não deveria se desculpar por ser um apaixonado por futebol.

Neto

Além de Pelé, o apresentador Neto também se revoltou sobre o assunto no programa “Os Donos da Bola”, ficando claramente com o choro preso na garganta, sobretudo, no momento em que mostraram um storie do garoto que dizia “não precisa me xingar, eu devolvo a camisa”.

Cesar Sampaio

Quem também acabou sentindo muito o caso, foi o ex-jogador César Sampaio. O ex-volante que é ídolo do Palmeiras e também teve passagem pelos quatro grandes de São Paulo e hoje faz parte da comissão técnica da seleção, pareceu muito emocionado quando falou sobre o assunto.

– Bruninho, eu sou um palmeirense de uma família de corintiano, joguei nos quatro grandes de São Paulo, consegui respeitar todas as camisas. Consigo entrar e sair nos quatro. Me solidarizo contigo, você tem seus ídolos, eu tive os meus. Qualquer esporte é mais do que ganhar e perder, bater recorde, a gente tem essa imagem dos valores agregados do esporte. Fui formado pelo esporte, meus pais tinham que trabalhar, fiquei muito tempo na rua. Não perca isso, esse amor pelos seus ídolos, pelo esporte, porque eu sou fruto de tudo isso. E a gente tem que procurar influenciar mais a sociedade por esses valores no esporte – disse Cezar Sampaio em coletiva da seleção.

Tite

O treinador da seleção brasileira, Tite, aproveitou e também comentou o ocorrido, convidando Bruninho para visitar a seleção. A CBF está totalmente de acordo com a ideia, e quer levar o garoto para ter uma experiência de visita completa, acompanhando de pertinho um treino da seleção, ou mesmo um jogo, e ainda vão tentar entrar com contato com a família.

Seguem as palavras de Tite abaixo.

– Está feito o convite para ele estar aqui conosco. Porque nós como pais, como pessoas temos a função de sermos educadores, temos de ser exemplos. Mais do que falar é fazer. Tu torce pela seleção brasileira, e dá para torcer por clubes sim. Dá para ter educação e respeito por tudo. Bruninho, um abraço nosso de coração de um homem de 60 anos, que aprendeu um pouquinho, aprendeu a respeitar sentimento e exemplos positivos, que vão educar e fazer uma sociedade melhor.

A diretoria do Santos ainda prometeu à família do garoto que vão conseguir identificar quem foram os torcedores que hostilizaram ele e seu pai, e quando fizer vão entregar toda as informações para a polícia, a fim de que atitudes sejam tomadas contra os envolvidos.


Sem opção de comentar este post