NETFUT
Notícias de futebol

Caso Benitez: afinal, o São Paulo deve ou não ficar com ele?

Martin Benítez hoje é o jogador que mais levanta discussões dentro do São Paulo. O meia teve momentos muito apagados nessa temporada, ao mesmo tempo que por um tempo foi o melhor e melhor jogador da equipe.

Depois desses dois momentos extremos, hoje o meia vive um momento de reconciliação. Reconciliação com o time, com a torcida e também com o próprio corpo. E vamos falar um pouco sobre o jogador hoje, e tudo o que tem acontecido dentro e fora do campo.

O que a diretoria pensa?

A diretoria do São Paulo está passando por um momento de dúvidas quanto ao jogador. E isso de certa forma é positivo, porque se voltássemos dois meses atrás, a diretoria parecia não ter dúvida: Benítez não iria ficar.

O que mais desanima a diretoria nem era seu desempenho, que sempre era bom quando jogava, mas isso quando jogava. Os problemas físicos do jogador eram o fator que fazia o São Paulo pensar que o atleta não era uma opção segura, uma vez que ele acabaria passando mais tempo no Departamento Médico do que jogando, mas com o jogador conseguindo ter uma boa sequência e evoluindo, a diretoria já repensa o caso.

Como seria financeiramente?

Não é novidade para ninguém que o São Paulo vive uma grave crise financeira. A equipe sofreu muito com a perda de receita das bilheterias, além também de ter arrumado um gigantesco problema para a cabeça com Daniel Alves, com uma dívida que gira em torno de 18 milhões de reais.

Isso faz com que o time não tenha o dinheiro necessário para contratar o meia em definitivo, que custaria 16 milhões de reais aos cofres tricolores.

A solução que o São Paulo busca é conversar com o clube dono de Benítez, o Independiente da Argentina e tentar conseguir mais um empréstimo para tentar arranjar recursos para ai sim, no fim de 2022 conseguir trazer o jogador em definitivo caso ele renda durante a próxima temporada também.

E qual a posição de Rogério Ceni nisso?

Rogério é provavelmente o maior motivo do porque Benítez está no processo de dar a volta por cima. O meia tinha sido desacreditado por Crespo, e foi ficando cada vez mais no banco de reservas.

A volta de Rogério mexeu totalmente nas estruturas do time no sentido de que muitos jogadores passaram a ter mais espaço, e Benítez foi um deles, e mais do que um motivo de necessidade, Rogério coloca toda sua energia no potencial no meia.

“Ele, dentro das condições dele… tecnicamente ele é um jogador diferenciado, nós temos que tentar fazer com que ele evolua na parte física para se tornar mais competitivo, mas foi de vital importância o gol dele hoje”, disse o treinador quando falou sobre o jogador.