NETFUT
Notícias de futebol

Atlético Mineiro ainda sonha em ter Guilherme Arana contra o River na Libertadores

O Atlético Mineiro tem um adversário duro pela frente nas quartas de final da Libertadores: o River Plate.

Experientes na competição, o time do River Plate já complicou a vida de muitos brasileiros ao longo da história da competição e o Galo está querendo construir uma história bem diferente para esse jogo. 

Uma das forças de se fazer para os atleticanos, é tendo o lateral esquerdo Guilherme Arana de volta ao time. O jovem lateral está defendendo a seleção olímpica em Tóquio, porém a participação brasileira na competição termina amanhã na grande final valendo a medalha de ouro.

E com isso, os torcedores e também a diretoria começa a pegar o relógio e fazer contas para saber se conseguiram ter o jogador na partida importante pela Libertadores que vão ter.

O que se sabe até agora é que a delegação brasileira, independente do resultado, vai chegar em São Paulo às 4h50 da manhã de segunda, após fazerem uma conexão pela Alemanha. 

Isso significa que o Galo já teria jogado contra o Juventude lá em Caxias do Sul, em partida válida pela décima quinta rodada do campeonato brasileiro. De lá, o Atlético Mineiro ficava direto no sul para depois na terça feira embarcar para Buenos Aires, e então na quarta encarar de frente o River Plate pelo primeiro jogo das quartas de finais da Libertadores.

Com uma janela de compromissos tão apertada, fica difícil para Guilherme Arana conseguir jogar o jogo. O jogador já está fora há 9 jogos desde que a olimpíada começou.

Pouco tempo de preparação

Além do tempo apertado para se preparar existe uma preocupação da diretoria por parte do condicionamento físico do jogador. Isso porque com as temporadas 2020 e 2021 praticamente se emendando uma na outra para compensar as paradas do Covid-19, os jogadores estão mais cansados do que nunca.

Poucas férias e mais jogos do que o normal para correr atrás do tempo perdido faz com que lesões se tornem mais comuns e uma preocupação muito maior do que geralmente já são.

Por conta de sua titularidade na seleção olímpica, Guilherme Arana jogou todos os jogos disputados pela seleção até agora, e sem dúvida alguma será titular novamente na final de sábado. E para poder jogar, o jogador teria que ir direto para a Argentina, assim que chegasse no Brasil com a comissão. Ou então se apressar ainda mais a tempo de encontrar seus companheiros no sul antes que eles já tenham partido para a Argentina para o jogo.

Fuso horário jogo da libertadores

O fuso horário também é uma questão, uma vez que Arana irá deixar a cidade de Yokohama logo após o meio dia do Japão no domingo, quando ainda sera meia noite de sábado para domingo aqui no Brasil. sendo que após isso ele pegara sua escala em Frankfurt e em seguida vira para São Paulo na madrugada da segunda, em uma jornada de voos extremamente longa.

O jogador precisará ser avaliado para saber se seu condicionamento físico será adequado para jogar com todo o cansaço acumulado e as horas de voo no qual não dá para descansar de verdade.