NETFUT
Notícias de futebol

Atacante do Manchester United é acusado de tentativa de estupro e violência domestica e é afastado da equipe

Existem notícias que são dolorosas de se dar, tirando todo o brilho e diversão que o futebol pode e deve proporcionar a todos que o acompanham. Mas isso não quer dizer que essas notícias não devem ser dadas ou que casos como o que vamos falar aqui, devam ser abafados.

Pelo contrário, é importante estarmos constantemente lembrando que o futebol não é um mundo à parte, onde não existem leis ou “superstars” tão famosos que podem fazer o que quiserem sem punição.

Tivemos recentemente Robinho sendo condenado em última instância por estupro coletivo, e agora temos mais um caso nessa área, mas na Inglaterra. O atacante Mason Greenwood, uma das maiores promessas do Manchester United, foi acusado de violência doméstica e de tentativa de estupro.

As acusações surgem com evidências fortíssimas, onde a vítima que vem a ser sua namorada, Harriet Robson publicou um vídeo em suas redes sociais onde aparece cheia de marcas de violência, além da boca ensanguentada.

– Para todos aqueles que querem saber o que Mason Greenwood faz comigo de verdade – escreveu a modelo no vídeo postado na função stories do Instagram, no qual ela aparece em lágrimas. Algum tempo depois ela apagou o vídeo e também sua foto de perfil.

O que foi mais perturbador ainda, é que depois ela postou um áudio onde Greenwood tentava faze-la ter relações sexuais e ele a força, sem o consentimento dela.

Isso gerou um rebuliço gigantesco no mundo da bola, mobilizando o Manchester United, patrocinadoras e até outros jogadores. Foi notado que diversos jogadores do elenco deixaram de seguir o jogador nas redes sociais, entre eles o craque Cristiano Ronaldo, Bruno Fernandes, Rashford, Sacho e outros.

Sobre o caso, o Manchester afirmou estar ciente de tudo, e que não tolera violência de qualquer tipo, e vai comentar o assunto conforme as investigações irem caminhando. O mesmo foi dito pela própria Nike.

Conduta duvidosa

Vale lembrar aqui que a fama do jogador internamente nunca foi das melhores. Mason Greenwood foi cortado da seleção da Inglaterra em 2019 quando, ainda convocado, ao lado do atleta Phil Foden convidou algumas mulheres para ir até o hotel onde a seleção inglesa estava concentrada, o que vai totalmente contra as regras da seleção. Isso fez com que o jogador fosse banido da seleção, o que ele ainda está nos dias atuais. Vale lembrar que durante esse ocorrido, o jogador estava namorando, e a namorada não estava entre as duas mulheres.

O jogador também teve algumas rusgas internas no Manchester United que foram noticiadas no fim da era de Ole Solskjaer, que diziam que o jogador tinha um problema interno com alguns atletas, entre eles o gajo Cristiano Ronaldo, onde supostamente Greenwood deixava de tocar para Cristiano propositalmente, em uma tentativa de fazer com que o português não tivesse mais brilho que ele próprio.

As investigações vão seguir, e se confirmadas, o Manchester United pode demitir o jogador por justa causa independente de seu contrato.