NETFUT
Notícias de futebol

Análise: Melhores e piores jogadores do Atlético contra o Internacional

A partida entre Atlético Mineiro e Internacional, como já era esperado, foi uma das melhores da rodada. Nele tivemos dois times extremamente equilibrados se digladiando em um confronto que foi marcado tanto pela intensidade, quanto pelas fortes defesas que os dois clubes possuem.

É claro que esse tipo de jogo é decidido por detalhe, e no detalhe, o Galo acabou ficando de fato com os 3 pontos. Mas quem foram os grandes protagonistas desses 3 pontos e quem foi que dificultou a conquista deles? A Netfut foi em busca das respostas por você.

Vamos listar aqui os melhores e os piores jogadores dessa vitória do Atlético Mineiro. Lembrando que ser colocado como o pior não necessariamente quer dizer que o jogador jogou mal, apenas que ele foi mais apagado ou teve o pior futebol em relação aos demais, neste jogo.

Pior: Guilherme Arana

Não é fácil virmos aqui falar que o melhor lateral do campeonato está entre os piores de uma partida, mas isso acontece a todos.

Guilherme Arana acabou passando muito apagado do jogo. O jogador não comprometeu em nada defensivamente, mas a ofensiva que é sua maior arma, acabou ficando comprometida por conta da boa defesa colorada pelos lados, tirando do jogador sua maior arma: os cruzamentos.

Melhor: Everson

Vamos citar aqui com frequência que as defesas foram fundamentais na partida, e Everson talvez seja a personificação disso. O goleiro fechou o gol, e sobretudo, no primeiro tempo foi o grande responsável pelo Galo não levar nenhum gol.

O jogador trabalhou muito bem em finalizações feitas por Yuri Alberto, salvado todas e mantendo o time vivo no jogo, até a segunda etapa onde passou a ter menos oportunidades de trabalhar, isso claro, porque o Galo passou a comandar mais as ações, o que só foi possível pelo fato de o goleiro segurar as pontas bravamente quando foi necessário.

Pior: Nacho

Novamente temos um jogador que tem sempre uma grande atuação listada como uma das piores de uma partida. Acontece que aqui temos uma situação parecida com a de Guilherme Arana já citado. Nacho acabou ficando pouco marcado na partida, muito por conta do time visitante minar todas as chances de armar o jogo e achar um passe, algo que geralmente o jogador faz com facilidade.

Tanto é, que a assistência do jogo acabou saindo dos pés de Hulk e não do meia, em uma jogada que precisou começar como individual para vencer a dura marcação feita pela equipe Colorada.

Melhor: Keno

Não é sempre que um jogador que sai do banco é listado entre os melhores da partida, mas Keno certamente entra nessa estatística.

O jogador vinha de fora por conta de uma virose, tendo perdido inclusive a decisão contra o Palmeiras. Talvez isso tenha motivado o jogador que foi a campo aos 15 minutos da segunda etapa e só não fez chover. 

Sua velocidade deu muito trabalho para a defesa do time visitante, e no fim, acabou sendo coroado com o gol que deu os 3 pontos para o Galo. Realmente uma entrada que mudou a história da partida.


Sem opção de comentar este post