NETFUT
Notícias de futebol

Afinal, o esquema do Palmeiras é bom ou não? Entenda como o futebol do Palmeiras funciona bem em um jogo e nada no outro

Analise o estilo de jogar do Verdão

O Palmeiras passou por cima do São Paulo com um 3 a 0 sem dar a menor chance do tricolor paulista reagir. O São Paulo não estava ligado em campo, e como se isso não fosse suficiente, caiu perfeitamente na armadilha criada por Abel Ferreira.

A tal armadilha consistia em fazer o tricolor paulista vir para cima dando espaço para que o Verdão pudesse usar de sua velocidade para matar o jogo. E em uma noite mágica, o plano funcionou perfeitamente, e Dudu, Raphael Veiga e Zé Rafael entenderam bem o recado e foram os pilares para fazer o resultado acontecer, exatamente como foi colocado no papel.

Leia: Tabu Cai E Com Ele Também Cai O São Paulo Eliminado por 3 a 0 Pelo Palmeiras Da Libertadores 2021

No entanto, o torcedor Palmeirense às vezes pode ficar confuso com o esquema do português Abel Ferreira se perguntado como pode ter funcionado tão bem e não ter funcionado tanto assim em outros jogos decisivos, à exemplo contra o Atlético Mineiro, no jogo que valeu liderança do Brasileirão no final de semana.

Afinal, o esquema do Palmeiras é bom ou não? E a resposta é sim, nas circunstâncias corretas.

Com Abel Ferreira, o Palmeiras aposta majoritariamente nos contra-ataques. O time procura utilizar cada espaço cedido por times que optam por ir para cima do Verdão, que utiliza de velocidade para conseguir ser mortal.

Talvez por isso o técnico sempre utiliza Rony a ponto de fazer dele um dos grandes protagonistas do time. Além dele, Dudu está de volta ao time e Wesley também sabe jogar muito bem nesse formato, o que faz com que Abel tenha ainda mais armas para usar a favor do time.

Porém, não é sempre que isso funciona, como já vimos algumas vezes no ano. O próprio São Paulo conseguiu se virar contra esse esquema no jogo do Morumbi, ficando com a bola e dando corpo ao jogo, sem se lançar ao ataque desesperadamente, absolutamente tudo o que eles não fizeram nesse último jogo.

O Atlético Mineiro também conseguiu fazer algo parecido, usando seu forte time para ter calma e ataques certeiros. Outro ponto interessante é que o Palmeiras se atrapalha quando tem a bola e precisa construir jogadas, como ficou claro no segundo tempo contra o próprio Galo quando o time teve que correr atrás do prejuízo.

É exatamente disso que a torcida reclama quando diz que o Palmeiras precisa de alternativas para jogar quando a maré não estiver a favor do estilo de jogo que Abel Ferreira tanto gosta.

Porém, quando funciona, não existe dúvida de que o Palmeiras tem o elenco perfeito para essa tática. Nenhum time no Brasil hoje é tão eficiente em seu estilo de jogo quanto o Palmeiras.

Isso significa que quando um time cai na armadilha de partir para cima do Verdão, vai ter problemas de contra-ataque, e foi exatamente isso que o São Paulo experienciou na noite passada.

Em conclusão, o Palmeiras precisa sim de alternativas para jogar em cenários onde o adversário não vai fazer o que a equipe espera, mas quando fizer, quando cair na arapuca palmeirense, pode ter certeza que as maiores chances de vitória vão ser alviverdes.

O estilo não funciona sempre, mas quando funciona, pratica um futebol melhor do que qualquer outro e contra qualquer outro clube brasileiro.