NETFUT
Notícias de futebol

Abel Ferreira rejeita oferta do futebol Saudita, mas há mais interessados

Abel Ferreira deixou em aberto a sua permanência no Palmeiras após a vitória do time na final da Libertadores. Na coletiva de imprensa após o jogo, o treinador disse que sente muita saudade da família que mora fora do Brasil, e disse ainda que o calendário de jogos do Brasil é corrido demais, o que tem gerado um desgaste físico e emocional para o treinador, no qual ele não se vê trabalhando a longo prazo.

Com isso, algumas propostas para deixar o Palmeiras começaram a surgir, o que fez com que todos olhassem essas propostas como chances reais do Palmeiras precisar correr atrás de um novo treinador na janela de abril que está para abrir.

A primeira proposta oficial pelo treinador veio e já foi rejeitada

Acontece que o Al-Nassr da Arábia Saudita deu uma investida por Abel, e além de pagar a sua multa rescisória, já que o treinador tem contrato com o Verdão até o fim do ano que vem, o time ofereceu um contrato de 127 milhões de reais a serem pagos durante os dois anos e meio de contratos oferecidos ao treinador.

Mesmo com uma proposta do tipo, o treinador recusou a oferta e decidiu permanecer no Palmeiras, já que parece que dinheiro não é o problema para Abel.

Mas isso não quer dizer nenhum pouco que o torcedor do Palmeiras pode ficar tranquilo de vez, porque mesmo assim a permanência do treinador segue longe de estar garantida. O que acontece é que existem outros clubes que estão interessados no treinador, com um deles parecendo ser uma proposta tentadora.

Primeiramente, existem alguns nomes especulados diretamente da MLS. Nenhuma proposta foi feita oficial, e é provável que a maioria dos times espere a janela se abrir em janeiro para começar a fazer negócio, mesmo com técnicos, mas se sabe que existem clubes grandes na MLS que se interessam por Abel.

A segunda especulação, essa que deve preocupar mais os Palmeirenses é o suposto interesse do Besiktas da Turquia em Abel.

Embora o Besiktas não seja o tipo de time que costuma ser protagonista em campeonatos como a Champions League, é um time com uma torcida muito grande no futebol Europeu, o que o poderia projetar para cargos maiores no futuro.

Todos sabem que é muito difícil um treinador brasileiro fazer a ponte direto do Brasil para algum grande clube da Europa, por isso ter um intermediário por lá é fundamental se um técnico deseja treinar um gigante por lá, e por ser português e ainda ter a família morando na Europa, voltar para lá possa ser um desejo do treinador, e ainda que a família continue morando em Portugal, ficaria mais fácil para se visitarem já que todos estariam dentro da própria Europa, e a locomoção de um país para o outro lá é bem mais simples do que ir do Brasil para Portugal.

O Palmeiras também quer que o treinador permaneça, então vamos ter que esperar para ver no que vai dar.