NETFUT
Notícias de futebol

Abel Braga está de volta ao Fluminense!

Para a alegria de alguns, tristeza de outros e confusão da maioria, Abel Braga está de volta às Laranjeiras e é mais uma vez o técnico do Fluminense. Abel foi oficializado no cargo fazendo com que Marcão, que até então era o técnico interino, voltasse para sua função original.

A vida do treinador pegou alguns de surpresa, principalmente os que acreditam que Abel já é um nome defasado, mas mesmo assim foi o nome escolhido pela diretoria para tentar levar o time de volta aos títulos. Vamos relembrar alguns momentos de Abel à frente do Flu.

Campeão Brasileiro

Vamos começar logo com título. Abel foi o treinador que foi campeão brasileiro com sobras no ano de 2012, sendo o líder daquele “seleflu” que contava com nomes como Fred, Rafael Sobis, Thiago Neves e Deco, um elenco que não só foi campeão mas que também foi campeão dando um show à parte.

Para quem não se lembra, esse time foi completamente dominante, com uma enxurrada de gols de Fred, e um Campeonato Brasileiro inacreditável feito por Deco, que mostrou para o Brasil que independente da idade, o jogador ainda tinha muita lenha para queimar.

No fim, a “seleflu” foi campeã brasileira com 3 rodadas de antecedência, não dando chance alguma para o Atlético Mineiro, time que estava na caça ao Flu naquela época. Curiosamente, esse ano o Atlético Mineiro foi campeão de uma forma muito parecida, com um elenco forte e treinador experiente e com algumas rodadas de antecedência.

O maior treinador da história do Fluminense

Abel Braga, apesar de contrariar uma parte da torcida, é considerado até hoje o maior treinador da história do Fluminense. E quanto a isso não existe nenhuma dúvida, afinal isso foi decidido através de uma votação dos próprios torcedores, que tinha como objetivo montar a seleção da história do Flu, e além dos 11 titulares escolhidos, Abel foi a opção da torcida como maior treinador da história do clube.

Graças a isso, Abel tem hoje uma foto sua no vestiário do clube, marcando assim o seu título de maior da história ali.

A perda do filho, e a prova de que não é apenas futebol

No ano de 2017, uma das maiores tragédias com uma figura do futebol viria acontecer. O filho de Abel, um jovem de apenas 19 anos, viria a falecer dado um acidente em sua casa. Isso abalaria demais o treinador.

Porém, o futebol tem uma aura mágica de acolher quando necessário, e a torcida do Fluminense abraçou Abel nesse momento de dor extrema. O que fica imortalizado é o primeiro jogo de Abel no Maracanã após a tragédia, onde a torcida fez um minuto de silêncio ou não era possível ouvir a respiração dos presentes. E logo após o silêncio, uma onda ensurdecedora de aplausos dominou todo o estádio, e todos os aplausos eram voltados diretamente a Abel, que não conseguiu segurar a emoção, principalmente depois dos gritos de “guerreiro” vindos da torcida para ele.